Ah, mas que besteira, poção mágica?

Não é besteira não gente! Poções (e não porções) existem, podem ser mágicas e você pode fabricar na sua em casa!

Só um esclarecimento: Poção vem do latim potio ou potionis, que quer dizer algo como “beber”. As poções foram muito atribuídas à feitiçaria, aos alquimistas e frequentemente ao falar em poção as pessoas pensavam em “poção da juventude ou poção do amor”. Os tempos mudaram, essas belezocas continuam sendo usadas e milhares de novas fórmulas e formas de uso foram descobertas.

A poção do amor, de Evelyn de Morgan, pintora pré-rafaelita (Inglaterra entre 1850-1919).
A poção do amor, de Evelyn de Morgan, pintora pré-rafaelita (Inglaterra entre 1850-1919).

Hoje sabemos que existem diversos tipos de poções, para diversos usos, feitas de diversos materiais e técnicas. Não temos como ver sobre todas elas aqui, mas veremos o suficiente para começar a treinar em casa.

Lição nº 1



Qual a forma de consumir uma poção? Se você respondeu bebendo… errou! Nem toda poção é para beber como se acreditava antes. Algumas são usadas na pele, outras são atiradas na fogueira, outras são misturadas em outras coisas (como na comida), e por aí vai. Muito cuidado com isso! Como vimos, as poções são diversas. Exemplo: Minha mãe costuma fazer Melagrião para minha família desde que me conheço por gente. Isso é um tipo de poção para a saúde de beber. Tenho um amigo que faz uma poção para atrair dinheiro, pois trabalha com vendas. Ele usa sementes de girassol trituradas, óleo de coco e deixa uma moeda no fundo do frasco da poção que usa… e não bebe. Ele passa no pulso.


Uma poção pode agir como um veneno, para matar mesmo ou deixar a pessoa deficiente ou doente. Pode agir como um remédio, literalmente no físico, no nosso organismo. Tem poção que age no só no nosso astral. Tem poção ainda que age no físico e no astral ao mesmo tempo. De qualquer forma, é uma poção.

Lição nº 2



Como devo preparar uma poção? Se você acha que tem uma regra específica… errou novamente! Não há regra, apenas a lógica e a vontade do criador da poção. Exemplo: Para uma poção de amor posso utilizar ingredientes como pétalas de rosas vermelhas. Posso fazer na lua cheia. Posso colocar mel. Posso mexer a poção em sentido horário que é o sentido de “abertura, crescimento” (anti-horário seria fechamento, banimento). Devo fazer tudo pensando em amor, em carinho, no meu desejo. Posso colocar ingredientes afrodisíacos para agir no organismo. Posso colocar algo referente ao amor (exemplo: algum símbolo da deusa do amor).


Outro exemplo: Quero uma poção para me ajudar com insegurança. Nessa poção posso colocar canela, um pouco do meu perfume favorito, posso deixar um olho de tigre dentro da poção enquanto faço para passar sua energia de confiança e proteção. Posso fazer na lua cheia ou na lua crescente. E ao final, claro, não vou beber porque tem ingredientes que me intoxicariam! Então uso como um perfume sobre a pele!

Outro exemplo: Quero uma poção para saúde. Estou com tosse e uma febre terrível. Posso fazer uma poção com plantas como o agrião (para o pulmão), camomila (para acalmar a garganta) e folhas de limão (para baixar a febre. O resultado vai ser um suco para tomar na hora. Sim, isso também é uma poção.

Lição nº 3



Uma poção deve sempre estar naqueles frasquinhos pequeninos, tampados com rolha? Se você disse que sim… acertou mais ou menos! HAHA! Cada poção tem seu uso. Algumas é fazer e usar na hora. Outras podemos guardar por dias – e aí precisa sim ser bem tampada. Recomendo sempre frascos de vidro ou de ferro. Aí vai depender para que é a poção e o tempo que pode ser guardada. Porque a rolha? Porque fecha bem. Caso contrário, basicamente só temos a opção de uma tampa de plástico, e eu não recomendo de jeito nenhum! Tampas de vidro podem ser usadas, porém são muito frágeis. Se tiver tampa de ferro pode usar, só que essas tampas costumam vir com forro de plástico por dentro, por isso nem recomendo muito também. E quando não tem o forro de plástico o ferro pode entrar em contato com o líquido e soltar substâncias que podem ser tóxicas para você e de quebra acabar com sua poção. Pode ver, por exemplo, um refrigerante em garrafa de vidro, tipo a coca-cola. Olhe a tampa: ela tem um forrinho de plástico. Agora perceba que o líquido não encosta na tampa e depois de aberta a tampa é jogada no lixo. Pois é, por isso prefiro a rolha, mas na falta dela, dá pra se virar com a de metal.


Lição nº 4



Eu preciso ser iniciado para fazer uma poção? Não é necessário ser iniciado, mas sim ter estudo sobre os ingredientes usados, sobre horários planetários, sobre energia, a lua, etc. Criar uma poção é como fazer feitiço: não é só juntar um bocadinho de coisas e dizer “Abracadabra!”. Um ingrediente errado pode anular tudo. Usada da forma errada, pode não fazer efeito ou ter um efeito indesejado. E isso servirá para qualquer tipo de poção.


Lição nº 5



Posso consagrar a poção ou usar a energia de algum deus nela? Se você respondeu que sim… acertou! Não é obrigatório consagrar a poção, meio que já fazemos isso no processo, MAS você pode fazer isso sim, irá reforçar as energias contidas na poção. E sim, pode usar a energia de algum deus, o que a torna mais poderosa, mas recomendo que seja um deus que está acostumado a trabalhar, caso contrário se acontecer alguma coisa indesejada você vai ficar mais perdido que cego em tiroteio sem saber o que fazer.


Lição nº 6



Posso usar uma poção em outras pessoas? Se você acha que sim… você acertou! Sim, é possível fazer poções para outras pessoas. Não é todo tipo de poção que isso dá certo, mas pode sim ser feito. Exemplo: poções de saúde são quase sempre feitas para alguém e não para si mesmo. Lembra que eu falei na Lição nº 1 do melagrião que minha mãe faz pra minha família?

Outro Exemplo: as famosas poções do amor. Posso fazer uma poção e dar para alguém sim. Então essa pessoa cairá aos meus pés, apaixonada? NÃO. Então é inútil? NÃO. Uma poção do amor abriria os canais de percepção da pessoa , a faria com que ela demonstrasse se gosta ou não de você. Também pode acender a chama entre casais. E um bocado de outras coisas, vai depender dos ingredientes usados e intenção de quem criou a poção.
Um exemplo: uma poção que tenha rum e catuaba pode muito bem deixar uma pessoa excitada. Os ingredientes agem diretamente no organismo da pessoa, portanto posso fazer e tomar ou fazer e dar a poção para alguém.

Lição nº 7



Então é só fazer a poção, usar e está tudo certo? Não! A poção te ajuda, auxilia em algo, te dá um empurrão ou destranca uma “porta”, mas que vai caminhar mesmo, fazer a coisa acontecer é você. Seja ela do tipo que age diretamente no organismo ou no astral.

Exemplo: De que adianta eu tomar o delicioso melagrião da minha mãe e ficar saindo na chuva? É como um remédio. Não adianta tomar e não se cuidar.
Outro exemplo: De que adianta eu tomar uma poção para abrir conexões com os deuses e não fazer um ritual, não observar os sonhos, resumindo: não ligar para meu lado espiritual.

Lição nº 8



Eu já vi pessoas andarem por aí com um colar cujo pingente era um mini frasquinho, uma mini poção e a pessoa me disse ser um talismã. Isso é verdade? Sim, é verdade sim. Assim como podemos energizar um pentagrama para defesa, ou carregar um cristal para isso ou aquilo, assim como carregamos trevo para sorte, porque não ter uma poção que emana algum poder? Vimos que uma poção pode agir tanto no físico como no nosso astral. Uma poção dessa, como a da pergunta, agiria no astral. E pode ser guardada para sempre ou refeita conforme o criador desejar.


Lição nº 9



E se eu estiver grávida ou com alguma doença, posso usar as poções ainda assim? Depende. Antes de sair usando uma poção, antes de sair bebendo, antes de enfiar qualquer coisa na sua poção, pelo amor dos deuses: pesquisem sua composição! Por exemplo: uma poção de vidência que leva artemísia! Uma grávida pode perder o bebê!

E que tal uma mistura de ervas? Quem garante que unidas não podem acabar ficando tóxicas? Como disse antes, temos que estudar, pois certas composições acabam anulando uma a outra ou prejudicando mesmo, e quando falo prejudicar eu falo sério!

Última lição



Para quem esperava um manual quadradinho de como fazer, eu sinto muito. Existem bilhares de tipos, usos e finalidades para uma poção, é impossível fazer um manual de regras que venha valer para todas elas por isso que eu vou martelar sempre “Estudem!”. Cacem os ingredientes, pesquisem o que querem. Mas, como não sou uma pessoa má, darei não apenas uma, mas duas receitinhas de poção que costumo usar!


Siegfried reforja a espada Nothung enquanto Mime prepara uma poção para dormir para si. Ilustração de Arthur Rackham (1867 - 1939).
Siegfried reforja a espada Nothung enquanto Mime prepara uma poção para dormir para si. Ilustração de Arthur Rackham (1867 – 1939).

Poção para vidência



Como usar e para que serve: Vai jogar tarot essa semana? Ou fazer rituais de vidência? Faça essa poção na lua crescente e tome em até 1 mês depois. Beba numa segunda-feira, pois seu efeito durará a semana toda. Essa poção age no astral e aumenta sua conexão com sua intuição e clareia nuvens espirituais.


Ingredientes: Num recipiente que não seja de plástico, coloque 1 colherinha de artemísia, 2 gotas de limão, 1 semente de romã, 1 pitada de canela em pó, 50 ml de água fervendo.

Como fazer: Amasse os ingredientes na água com uma colher, até esfriar.

Coe. Coloque num frasco bem tampado. Beba conforme as instruções.

Poção contra Tosse, Gripe, Catarro no Peito



Como usar e para que serve: Você que sofre de sinusite e outros “ites” como eu, está sempre como uma tosse irritante, ou pega gripe fácil e fica aquela catarrada no peito (HAHA AI QUE ÓDIO!) , essa poção é para você. Esse é o tal Melagrião que disse que minha mãe faz.


Ingredientes: Muito agrião, 1 copo de água, 200g de açúcar, 1 dente de alho, cascas de laranja, cascas de limão, 2 colheres de mel e fatias de cebola. Pode adicionar se quiser: maracujá, tangerina, chá de camomila ao invés de água ou ainda morango.

Como fazer: Derreta o açúcar, até ficar bem amarelinho. Jogue a água, aguarde uns 2 minutos e depois jogue todos os outros ingredientes. Abafe e fique de olho. Vai virar um mel grosso e o cheirinho de agrião vai subir (por isso “melagrião”). Desligue o fogo. Pode tomar quentinho ou esperar esfriar. Pode guardar se quiser ma geladeira, mas não recomendo guardar por mais de 3 dias.

E sempre-sempre-sempre pesquisem tudo que forem usar em suas poções. Vejam se tem alguma reação alérgica aos componentes e etc. Esse artigo é uma forma de iniciar seus estudos, até porque é impossível citar, explicar e exemplificar tudo sem umas boas páginas e sem confundir os iniciantes!


Livro Indicado para este tema:

A Magia Perfeita  Vol. VIII – Poções Magicas


Sinopse

O Livro Magia Perfeita - Vol. VIII - Poções Mágicas é uma excelente fonte de aprendizado para conhecer a arte das poções (sua feitura e uso), um dos grandes talentos da maior parte das bruxas. É revelado o mundo mágico das poções utilizadas para invocar as divindades e os espíritos: prever o futuro; causar danos a inimigos ou rivais; e para conjurar as forças mágicas. Ela ensina também a mais difundida e requisitada das poções: a do amor, essencial na vida de todo ser humano. Repleto de ilustrações, o livro mostra que as receitas de poções encontradas nos antigos grimórios (livros dos textos mágicos) podem até ensinar como tornar uma pessoa invisível ou fazer alguém voar. Livro Magia Perfeita - Vol. VIII - Poções Mágicas - ensina magia, e fala das lendas e tradições de como preparar e usar poções, chás, infusões, filtros e óleos para os mais variados fins.
Grupo Boiadeiro Rei
Email: contato@grupoboiadeirorei.com.br
Categorias: Vade Mécum E Manuais, Livros Do Ano & Anuais, Guias Práticos E Pessoais, Seitas e Heresias, Religião, Referência 

Palavras-chave: boiadeirorei, grupo, magia, magicas, perfeita, poções

Características

https://clubedeautores.com.br/book/200680--A_Magia_Perfeita?topic=religiao
Número de páginas: 192 



Edição: 1(2015) 


Formato: A5 148x210 

Tipo de papel: Couche 90g

Reconhecimento